Investigadores Desenvolvem Tecnologia para Detetar Sinais de Sofrimento em Ovelhas

Um grupo de investigadores do Reino Unido está a desenvolver uma tecnologia para detetar os sinais de sofrimento em ovelhas.
De acordo com os cientistas, o objetivo é, desta forma, conseguir identificar possíveis doenças e lesões de forma precoce.

Em declarações à Lusa, Quentin Stafford-Fraser, do Departamento de Ciências da Computação e Tecnologia da Universidade de Cambridge e um dos envolvidos na investigação, explica que “é muito difícil para os humanos detetarem emoções nas ovelhas. Em grandes propriedades, com centenas ou milhares de animais, pode ser útil ter uma tecnologia que ajude a verificar a sua saúde de forma automática.”

O objetivo dos investigadores é criar uma tecnologia que permita criar, nas explorações pecuárias, “um portão ou um sistema automático que separasse as ovelhas sinalizadas pelo programa do resto do rebanho”, evitando a propagação de doenças contagiosas. Com este tipo de tecnologias, diz o investigador, “não se dependeria tanto das habilidades humanas para reconhecer expressões em animais e sintomas de dor, algo que até mesmo os especialistas consideram difícil”.

No âmbito deste projeto, os cientistas pretendem criar no sistema uma espécie de catálogo de imagens examinadas e rotuladas por especialistas como sinais de dor para que o programa possa a aprender com o tempo a reconhecer estes sinais de forma autónoma.